nao acredite vermelho

não acredite no que eu digo.

pois eu falo do que não sei;

eu lembro do que eu não vivi.

eu vejo o que não existe

e não posso ver o real.

 

Não acredite em mim

pois eu posso estar enganado

eu certamente estou.

 

Na minha arrogância tola

eu, mesmo sabendo estar errado,

falo como se estivesse certo

desejando que acreditem na humildade forçada 

que tenta encobrir a minha arrogância inevitável.

 

não acreditem em mim,

eu sei que não acreditarão.

pois eu pretenciosamente 

penso saber o que vocês sabem melhor que eu:

eu não sou dono da verdade.

 

Mas na minha humilde ignorância

eu penso ter achado a verdade.

ou ao menos a parte da verdade que cabe nesse ser errado.

uma verdade que não depende de mim, mas que existe por si só.

Ao menos é o que parece à minha mente enganadora.

 

No meu delírio eu penso ter encontrado o Deus criador

creio profundamente que posso falar com ele, 

e acredito que ele fala comigo.

Mesmo sabendo que posso estar errado

eu creio que não estou.

 

os loucos são assim.

será que são?

será que sou?

 

Eu não acredito em mim.

Talvez acredite, mas sei que não deveria.

Acreditar em quem então?

Em outros tolos que pensam que estão certos?

ou em outros tolos que pensam que estão errados?

 

tente encontrar Deus em Deus

e, se achar, acredite Nele.

Acredite em si mesmo se quiser ser tolo como eu,

mas não acredite em mim.

Sobre Joel Mozart

ilustrador, animador e compositor.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para

  1. Thalita disse:

    Caraaaaaaaa,que lindo poema!
    parabéens!
    aah ,depois queria saber se eu posso publicar seu poema no meu blog ,é claro com o seu name embaixo e td mais ! 😉
    acho que ateh tenho vc nu msn ,mas só falei com seu irmão uma vez xD
    Deus te abençoe !
    e parabéens pelo caderno ,uma benção

    Curtir

  2. Thalita disse:

    jáa publiquei no blog ,qdo puder dá uma olhadinha,obrigada denovo irmão virtual hahaa
    que Ele seja louvado sempre.
    Fica com Deus

    Curtir

  3. Pingback: não acredite « minha caderneta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s